Sentada na Pia

Porque esse poderá ser o último recurso de um pai e uma mãe de primeira viagem na Coreia do Sul…

Keep walking…

Anúncios

10/01/2011 Posted by | Beatriz, fotinhas, poesia | Deixe um comentário

Acordando…

Foto tirada meio sem querer hoje, no restaurante, enquanto a Selma (mão dela à esquerda) aparava a Beatriz que acabava de acordar de sua soneca. Achei que ficou interessante. Poética…

24/07/2010 Posted by | Beatriz, fotinhas, poesia | 5 Comentários

Poesia para a linda menina

Lááááááá no ano passado, quando a Beatriz era uma bebezoquinha bem pititinha, ela teve um chá da tarde com o Caco. E aí nossa amiga Alda Maria adorou a foto do evento e escreveu uma poesia muito linda para a filhota. Puxa vida… faz tanto tempo que estou para registrá-la aqui, e ainda não o fiz.

A poesia da Alda Maria traduz tudo aquilo que a gente passa a entender depois que cresce. E que antes parece uma grande bobagem, porque temos todo o tempo do mundo. Que doce ilusão.

Feliz da filhota se ela puder entender isso um pouquinho. Só um pouquinho.

Alda Maria e Nico queridos, obrigada pelo carinho sempre!

Para Beatriz

Menina, linda,
Linda menina
Menina ainda
Que não tarda a crescer…

Dou-lhe um conselho:
Não cresça com pressa
Tenha calma,
Sorria à bessa,
Mas…
De feliz!

Olha Seu sapo!
Esse aí, do seu lado!
Ele é seu futuro…
Namorado!?!
Xiiiiiiiiiiiii… então, me escuta
Com muita atenção:
Não o beije agora, não…
Deixe pra beeeeeem mais tarde.

Seja agora
Somente aprendiza:
Viva, pula, resmunga e grita!
Use o sapatão do papai e
O batom da mamãe;
Brinque de barra-manteiga
Ou de cantigas de roda;
Ou então, faça um guisadinho…
Hummm, que delícia!

Sorria bastante!
Como na foto do Seu sapo.
Faça bagunça, pinta o sete!
Faça muitos amigos:
Que sejam novos ou antigos,
Mas,
Verdadeiros amigos!

Peço ainda duas coisinhas:
Não deixe de ser
F e l i z,
E não esqueça
De mesmo depois de grande,
De ser sempre,
B e a t r i z.

Alda Maria Safady, Mar-13-2009

22/01/2010 Posted by | Beatriz, poesia | 5 Comentários

Poesia paterna

Poesia concreta, estilo Arnaldo Antunes:

“Gatinha, minha gatinha,

A filha da vizinha engatinha,

E você, não engatinha porque,

Hein, gatinha???”

Será que os Titãs estão precisando de um letrista?

22/10/2009 Posted by | Beatriz, Então..., poesia | 6 Comentários