Sentada na Pia

Porque esse poderá ser o último recurso de um pai e uma mãe de primeira viagem na Coreia do Sul…

Feliz Ano Novo

O blog tá quieto pois estamos viajando. A escrevinhação retorna em 2010.

Em seu primeiro contato com a areia da praia, aos 11 meses completados 3a. feira, a Beatriz já demonstra desenvoltura…tanta desenvoltura que até já fez um banquete com a areia…comeu um monte…pããtz…

Feliz Ano Novo!

Daqui pra farofa, é um pulo...

Anúncios

31/12/2009 Posted by | Beatriz, diário, fotinhas | 10 Comentários

The Little Crying Elves

Qual parte do "a gente não quer tirar foto nenhuma" vocês não entenderam?

18/12/2009 Posted by | fotinhas | 10 Comentários

Coluna em dia e Dormir não é assim tão necessário

Depois de quase quatro semanas de tratamento, sinto que minha coluna está como nova, melhor do que estava antes de travar. A verdade é que ela já não andava boa há tempos: começou a piorar logo depois do nascimento da Beatriz. Eu sabia que ia chegar uma hora em que as novenas não iam mais funcionar.

Agora é partir para o contra-ataque. Exercícios de fortalecimento muscular e alongamento. Até aí, fácil. Muito mais fácil do que eu sempre fiz. O desafio é aliar essa necessidade à Dna. Beatriz. Essa angústia da separação não está bolinho… Os dias em que tive ajuda das amigas para me levar ao quiroprata e ficar com a Beatriz foram um pesadelo. Me ver e não me ter… e ainda por cima alguém que ela nunca viu virando a mãe pelo avesso… Bom, fazendo uma longa estória bem curta, nem tomando vacina ela chorava tanto quanto me vendo na clínica. O clube no qual frequentamos a academia tem uma sala de brinquedos com baby sitters, e vou precisar fazer uma longa adaptação da Beatriz para que ela não transforme a vida das meninas um inferno. Ou vou passar o resto dos meus próximos anos na mesa do quiroprata e nas mãos da fisioterapeuta. O que não é nada ruim prá eles…

E ainda sobre a angústia… Há dois dias em que Beatriz não dorme direito. Dorme algumas horas e depois passa a acordar chorando de hora em hora. Começou depois de uma festa que tivemos no condomínio no sábado à noite, e acho que foi demais prá ela (o que já me dá uma idéia do que NÃO fazer para o primeiro aniversário dela). Ou talvez seja algo diferente que coloquei na comida, ou ainda mais dentes nascendo. Ou, ainda, a dor do crescimento.

Ou espinho no berço. Será?

14/12/2009 Posted by | colcha de retalhos, diário | 9 Comentários

Papo de pai: em se falando de excrementos…

De uns meses pra cá, o cocô da Beatriz passou a assumir uma consistência, digamos, mais firme. Saímos da fase “creme de pistache com avelãs” para a versão “croquete”, o que é uma grande evolução.

Ora, limpar é muito mais fácil, a chance de vazar é quase nula, dá pra arremessar na privada e dar um adeus pela descarga…com a mudança da alimentação, era de se esperar que isso acontecesse, e as coisas ficaram muito mais fáceis.

Vira e mexe eu dou banho na Beatriz e, geralmente, na hora do banho, a fralda está invicta, ou melhor, só com xixi. O famigerado cocô só vem em outras horas. Mas, ontem, a coisa foi diferente:

Eu (abrindo a fralda): Vamu tomá banhu, vamu tomá banhu, vamu…opa…

Selma (da cozinha, via babá eletrônica): Que foi?

Eu: Putz, um cocozaaaaço!

Selma: Sério???

Eu: Sério. E…pãããtz…

Selma: O quê??

Eu: Tá todo molegato…

Selma: Jura? Diarréia??

Eu: Não, não. Só tá meio…esparramado…atropelado…ahn, pastoso…

Selma: Xi, ela deve ter feito, sentado em cima e dado aquela rebolada…

Eu: Pois é…meu…

Selma: Mas tá muito ruim?

Eu: Digamos que…deixa eu ver…lembra quando eu falava que parecia um kafta?

Selma: Sei…

Eu: Então, digamos que hoje passou de kafta pra babaganoush

Selma: Pãããtz…

09/12/2009 Posted by | Beatriz, diário, Então... | 6 Comentários

Os 10 meses da Filhota

Nos primeiros meses da Beatriz, no meio daquele turbilhão físico, emocional e hormonal, eu ficava imaginando como seria minha vida quando ela tivesse 6 meses, ou 10, ou 1 ano. E ficava imaginando o que ela estaria fazendo. Estaria engatinhando? Andando? Falando mamãe, papai, água, Estee Lauder, claustrofobia? Comeria arroz com feijão, sabonete, o pé da mesa? E o meu imaginário me levava longe, muitas vezes criando uma Beatriz do Futuro baseado no que via e lia.

De tudo o que imaginei, uma coisa que eu tinha CERTEZA era que ela seria um ás no engatinhar aos 8 meses. E que aos 10, ela já estaria tentando os primeiros passos e levando com ela tudo o que tivesse ao seu alcance na sala de estar. Pois os 10 meses chegaram, e ela não parece nem um pouco interessada em engatinhar. Digo interessada porque ela domina todas as técnicas indispensáveis para engatinhar: senta com perfeição, se joga para todos os lado para pegar as coisas, de barriga para baixo volta à posição sentada (eu tentei a proeza, e não consegui. Patz, será que foi isso que encalacrou a minha coluna???), se arrasta, mas na hora do vamos ver… ela faz aquela cara do tipo que perda de tempo e continua no lugarzinho em que está.

Aí eu repito o que eu sempre digo: nada acontece por acaso. Já pensou, eu com esse espigão corrido, e a Beatriz brincando de fliperama pela casa? Ai…

Mas hoje, aos 10 meses, ela faz coisas que eu NUNCA imaginei, ou sei imaginei, eu só estava brincando de imaginar…

– Ela come sabonete, e gosta…

– Ela come iogurte, e NÃO gosta… e aí não come mais…

– Ela já entende o que é NÃO, e obedece. Ontem eu até me assustei com a rapidez que ela tirou a revista da boca quando eu disse não. Na caixa de lenços de papel (que ela descobriu ser divertida porque, além das flores na caixa, ela pode enfiar as mãozinhas dentro e puxar váaaaaaaaaaaaaaarios papeizinhos macios) ela nem encosta mais…

– Ela consegue usar um canudo para tomar líquidos. Realizou a proeza no domingo, dia do mesversário. Mais um motivo para concretizar o ritual da queima das mamadeiras…

Feliz Mesversário, Filhota do coração!

De pijama não, né mamãe...

01/12/2009 Posted by | Beatriz, diário, fotinhas | 10 Comentários