Sentada na Pia

Porque esse poderá ser o último recurso de um pai e uma mãe de primeira viagem na Coreia do Sul…

Botando as divinas tetas nos trilhos

Amamentar não é fácil, realmente. Hoje entendo como tem tanta mãe pelo mundo que não aguenta o tranco. E não estou só falando do ato de amamentar em si, mas sim de toda a insegurança gerada pelo “alimento invisível”. Afinal, sabemos que o bebê está mamando, que o leite está saindo, mas nunca sabemos se é o suficiente. O abalo psicológico é grande e profundo.

Na próxima segunda levaremos Beatriz à Dra. Annabel para a terceira dose do coquetel molotov; e de quebra, mais um check-up com pesos e medidas. Eu já comecei a surtar desde a semana passada. Quem me conhece sabe que eu sou muito cuca fresca e pé no chão prá tudo, mas esse negócio me tira do prumo. Que coisa.

Aí vem outras encucações. Hoje eu amamento em livre demanda. Prá falar a verdade, eu nunca consegui entender muito bem o conceito. Eu amamento a Beatriz até ela não querer mais, e tomo cuidado em controlar o leite anterior e o posterior. Mas o que me deixa com a pulga atrás da orelha é essa coisa de dar o peito toda vez que o bebê pede vs. estabelecer os horários de mamada. Me dá a impressão de que dar de mamar sempre que o bebê pedir se assemelha com dar lanchinhos a uma criança de 4 anos sempre que ela tiver fome, independente dos horários de refeições. Posso estar completamente enganada, pois talvez com a introdução dos sólidos os horários vão naturalmente se encaixando. Hoje ela come de 3 em 3 horas, salvo os momento de picos de crescimento que pode mamar a toda hora, literalmente.

Já que perguntar não ofende… Às mães de plantão que amamentaram, como foi a vivência de vocês?

Anúncios

21/05/2009 - Posted by | colcha de retalhos, perguntar não ofende...

37 Comentários »

  1. Nossa esse lance de se tornar pai ou mãe é muito complicado, eu morro de medo só de imaginar em ter um filho com a minha mulher, é muita preocupação mas as pessoas que eu conheço que se tornaram pais me falam que vale a pena.

    Comentário por franci23 | 21/05/2009 | Responder

    • Não vou dizer é que fácil, mas realmente vale a pena. Eu recomendo!

      Comentário por Selma | 04/06/2009 | Responder

  2. Olá Selma, amamentei meu filho 4 meses e meio, até que o stress da mudança de país acabou com o meu leite, tinha dias que os horários pra mamar funcionavam que era uma beleza, e de repente, ele passava uma semana mamando quando queria, entao eu deixava ele mamar à vontade. E como vc falou, quando comecei a introduzir frutas e papinha, os horários foram entrando nos eixos. É muita mudança acontecendo o tempo todo, mas nao se preocupa nao viu, o meu agora tem 5 anos e é um “tourinho” como diziam lá em Sao Bernardo… Se a Beatriz tem fome, deixa ela mamar!

    Comentário por Lara | 21/05/2009 | Responder

    • Oi Lara. O que você escreveu é mais ou menos o que eu faço. E fico aliviada em ouvir que os horários vão se encaixar naturalmente! Bjs!

      Comentário por Selma | 04/06/2009 | Responder

  3. Eu amamentei um filhote de cocker spaniel quando tinha 14 anos. Não tinha horário. E ele tomava o leite até vomitar, e depois tomar o mesmo leite de novo.

    Desculpa a comparação, mas é a experiência mais próxima de ser “mãe” que eu tive. =)

    Comentário por Henrique Teixeira | 21/05/2009 | Responder

    • Henrique, sua experiência é master-sênior. Essa coisa de comer e vomitar vai demorar mais um tempinho. Espere para ler esse diário daqui a seis meses… 😦

      Comentário por Selma | 04/06/2009 | Responder

  4. Selma,
    o Matheus mamava até dormir no peito.
    E depois, quando acordava ficava fazendo do meu peito um pirulito, mordia e ria que não parava…hehehe
    Deixa ela mamar a vontade, Selma.
    Logo ela vai parar e vc vai sentir falta de ser o alimento exclusivo dela.
    É tão gostoso essa fase…

    Comentário por Isabel | 22/05/2009 | Responder

    • Ah, peito-pirulito não! Nem a pau, juvenal!

      Comentário por Selma | 04/06/2009 | Responder

  5. Querida, nessa área não posso te ajudar, por aqui a amamentação não foi muito bem sucedida. Mas o que dizem é que se o bebê está ganhando peso é porque está tudo bem. Bjs

    Comentário por Marcela | 22/05/2009 | Responder

    • Aí é que mora a neura…

      Comentário por Selma | 04/06/2009 | Responder

  6. Ai Selma, como o Fábio mamava no peito o dia todo, depois devorava as papinhas e mamava mais ainda, tomou mamadeira 3x por noite até os 3 anos, e agora aos 7 continua comendo igual a telesena, de hora em hora, acho que é melhor não te-lo como exemplo né, rsss
    Beijos!

    Comentário por monica | 22/05/2009 | Responder

    • Amiga, é por isso que eu sou sua fã número 1! Você é o exemplo máximo da super-mãe!

      Comentário por Selma | 04/06/2009 | Responder

  7. Amamentei muito pouco no peito mas não deixava um horário fixo .Variava muito,porém ficar usando o peito de chupeta vai te esgotar. Cuidado.A Miriam pode te dar maiores informações.Beijos.

    Comentário por marta | 22/05/2009 | Responder

    • A Beatriz não “chupeita”, não. Ela come, mesmo. Se não quer comer, ela empurra o mamilo com a língua!

      Comentário por Selma | 04/06/2009 | Responder

  8. Oi Se… Desde pequeno, com uns dois meses de idade, o Santiago mamava em turnos de 4 horas comecando as 6:00, depois 10:00, 14:00, 18:00, 22:00… Entre 22:00 e 6:00 ele dormia por umas 8 horas, exceto nos periodos de crescimento onde ele acordava para um snack as 2:00am… Aos seis meses ele passou a dormir das 19:00 ate as 6:00, pulando a mamada das 22:00… Entre 6 e 10 meses ele passou a receber comidas solidas nos mesmos intervalos que mamava, ou seja, ele recebia a comida solida e depois terminava a refeicao no peito… A partir dos 10 meses a coisa mudou de rumo, a ate hoje (1 ano de idade) segue assim: 6:00 Acorda e mama no peito, 9:00 snack (fruta), 12:00 almoco (papinha) e peito as 13:00, 15:00 snack (iogurte), 18:00 janta (papinha) e peito as 19:00… Espero que tenha ajudado… Abracos e ate breve!

    Comentário por Helder | 22/05/2009 | Responder

    • Ê, menino porreta! O Santi é o bebê que toda mãe gostaria de ter! Gostei do esquema, vou copiar!

      Comentário por Selma | 04/06/2009 | Responder

  9. Oi, Selma, eu amamentava o Ní o dia todo. Quando ele nasceu, o pediatra me disse: Dê o peito o dia todo porque aí ele vai estar saciado e dormir bem à noite. Nâo sei se foi coincidência, mas funcionou. O meu filho abria a boca eu botava o peito, ele nunca teve horário para mamar. Tinha uma amiga que até tirava sarro porque eu ficava com o menino pendurado no peito o dia todo. E à noite ele dormia bem. Eu não acho que dá para comparar com uma criança que pede lanchinho porque quando o bebê é desmamado você estabele os horários das refeições. Ele mamou exclusivamente até os seis meses, depois introduzi frutas. E nunca fiz papinha. O pediatra recomendou que ele comesse na “panela da família”. Ou seja, pega a comida (arroz, feijão, o que a família vai comer), amassa e dá para o bebê. Nada de bater no liquidificador. Isso já com sete meses. Relax! beijos e boa sorte

    Comentário por carina | 22/05/2009 | Responder

    • Puxa, Carina! Nunca ouvi falar sobre essa coisa de comer da “panela da família”. Só se fala em papinhas. E sobre estar saciado e dormir bem, é uma grande verdade. Bebê com fome não dorme…

      Comentário por Selma | 04/06/2009 | Responder

  10. Oi Selma, eu tive 2 exemplos bem diferentes em casa. O Ian era um morto de fome e queria passar dia e noite mamando. Acabei incorporando a mamadeira e era o tempo todo ou no peito ou na mamadeira, uma canseira. Eu nunca consegui colocar horário pra ele mamar, até que aos 6 meses ele começou com as papinhas e eu acabei desmamando. Já a Isabella era bem mais tranquila, mamava c/ intervalos de pelo menos 3h e dormia a noite toda desde recém-nascida. O maior problema que vejo na livre demanda é que, pra quem como nós mora longe, sem empregada, sem nenhuma ajuda fora a do marido qdo chega do trabalho, passar o dia em função exclusiva do bebê é exaustivo, pois a gente tem que se desdobrar pra fazer tudo nos poucos intervalos que sobram, que nunca dá pra saber se serão de 2 horas ou de apenas 1/2 hora. Eu me lembro até hoje de estar tomando um banho de 10min e meu marido já a postos com o Ian na porta do banheiro, de bocão aberto. Hj em dia eu tenho saudade mas na época eu ficava acabada. Por isso acho que vale a pena tentar pôr horário nas mamadas, pra ficar mais fácil de se programar c/ o resto das coisas.
    Bjs!
    PS: vc recebeu a receita dos quindins?

    Comentário por Karina | 23/05/2009 | Responder

    • Oi Karina! Sim, recebi a receita, obrigada!
      Eu não tiro o mérito da livre demanda: acho que é importante, mas muita gente perde a noção da correta definição. Não acho que ficar pendurado no peito o dia inteiro é livre demanda: acho que é falta de informação… Bebês precisam ser ensinados a tudo, inclusive comer.

      Comentário por Selma | 04/06/2009 | Responder

  11. Selma a Ana Clara fez do mesmo jeito que a Beatriz está fazendo, tinha dias que queria o peito toda hora, tinha dias que se encaixava nos horários. Com a introdução dos alimentos sólidos, ela quer mais é o peito como aconchego, principalmente depois que voltei a trabalhar. Às vezes chego em casa e ela acabou de tomar a sopa mas já vem pro meu colo com a boca aberta a procura do peito.
    Bjs
    Keila

    Comentário por Keila, Ana Clara e Emerson | 24/05/2009 | Responder

    • É Keiloca… No seu caso a Ana Clara quer a mamãe. Tá certíssima! Rs!

      Comentário por Selma | 04/06/2009 | Responder

  12. Oi Zé… Como sabe, amamentei o Henrique por praticamente 8 meses e essa amamentação por livre demanda geralmente vai até uns 3 meses, depois tende a melhorar. O Henrique começou a ficar bem gordinho e o médico me instruiu a colocar um pouquinho de regra, pois toda hora que pedia eu estava lá e consequentemente ele acabava comendo “demais”. O ideal é checar se ela esta mesmo com fome ou somente querendo um aconchego a mais…. A balança com certeza esta mostrando que ela esta indo muito bem e se conseguir estabelecer um pouquinho de regra vai ajudar com certeza vc. no seu cansaço e ela com o pesinho. Com a alimentação sólida isso melhora 100% também! Ser mãe não é fácil neh, mas brinco que é tanto amor que parece doer no peito!!!! Beijinhos, Cá

    Comentário por Carla | 24/05/2009 | Responder

    • Carlota, a Beatriz é magrelassa! Nem dobrinhas ela tem. Ela mesma estabelece os horários de mamada, e só pede o peito de hora em hora se algo estiver errado. Mas tá melhorando!

      Comentário por Selma | 04/06/2009 | Responder

  13. Oi Selma, quanto tempo… Vi blogs anteriores, e a Beatriz está cada vez mais esperta e linda! Sabe, amamentar, realmente, é algo que nos deixa muito inseguras e literalmente cansadíssimas, chega a esgotar e dar nos nervos, pois quando você acha que o “pinpolho” está satisfeito, começa a sinfonia…, e dá-lhe peito.Amamentei o Thiago durante dois meses, apenas, pois a minha irritação e cansaço acabavam por irritá-lo também, pois como já te disse, nós mães temos uma intensa ligação com nossos filhos, e o momento da amamentação é um elo extraordinário (ou deveria ser…).Portanto, para que pudéssemos estar em sintonia, deixei o peito de lado e passei para a mamadeira – foi maravilhoso…; o Thiago bem alimentado dormia, a mãe desmaiava e o pai…, bem o pai acompanhava tudo de perto.
    Claro que, com quatro meses, leite já não era a única fonte de alimento do Thiago. Nessa fase ele tinha seus horários determinados – suquinho de laranja lima, mamão, pera (papinhas de frutas), e os horários das mamadas milimetricamente estabelecidas – Obs.: tudo com orientação da pediatra, claro, que mensalmente se espantava com o desenvolvimento do garoto.
    Quanto à Beatriz, difícil, os tempos mudaram, hoje a alimentação exclusiva até os seis meses é apenas leite, só que a Beatriz tem tamanho de uma pimpolhinha de quase sete meses…Beijos.

    Comentário por miriam sanchez gaspareto | 24/05/2009 | Responder

    • Pois é, Miriam… Ela é magrela mas cresce que não pára. Eu a vejo muito em algumas fotos minhas quando bebê: alta e magrelona. Acho que puxou o meu biotipo.

      Comentário por Selma | 04/06/2009 | Responder

  14. Bom Selma, a Giovana mamou até 2 anos e 8 meses e sempre mamou a hora que queria, eu nunca estipulei horários, inclusive à noite.
    Quando eu comecei a lhe dar comida, ela simplesmente não comia e só queria mamar. EU chorava feito louca de preocupação pois ela não queria comer nada e só queria mamar.
    Mas, sempre teve uma saúde de ferro e Graças à Deus nunca ficou doente.
    Hoje ela come de tudo, adora verduras e é conhecida no mercado aqui próximo como a menininha do brócolis.
    Então, quanto ao fato de ela estar se alimentando bem, fique tranquila que o leite do peito é o suficiente, mesmo não parecendo para nós mães.
    E com a minha sobrinha Nathália, que tem a mesma idade da Giovana foi a mesma coisa, inclusive eu amamentava as duas.
    Acho que é a experiência mais maravilhosa que uma mãe pode ter na vida, além é óbvio, da experiência de ser mãe.

    Comentário por Andréa | 25/05/2009 | Responder

    • Nossa! Quase 3 anos! Que guerreira, hein Andréa!

      Comentário por Selma | 04/06/2009 | Responder

  15. Oi Selma…
    O João Pedro eu amamentei até 8 meses… Nunca estipulei horário não, mas aos poucos ele mesmo foi se ajustando. Ele era bem guloso mas depois dos 3 meses ele mesmo pedia de 3 em 3 horas, com alguns dias de mamadas de hora em hora (acho que eram os picos de crescimento).
    Quando entrei com alimentação aos 6 meses ele não queria comer nada… Só queria peito…
    Mas aos poucos (bem aos poucos mesmo) ele foi se adaptando e só passou a comer bem qdo tirei o peito. Hj come de tudo… Tbm é conhecido como menino do brócolis e saladas…
    Sei que é muito desgastante essa fase, mas passa!!!!
    Força e fé que tudo dará certinho como esta dando…
    bjos

    Comentário por Renata Roldi | 28/05/2009 | Responder

    • São muitos os relatos que eu vejo sobre os bebês que não querem saber das papinhas e só querem peito. Espero que a Beatriz não seja um deles!

      Comentário por Selma | 04/06/2009 | Responder

  16. Selma,

    A Ana Laura esta com 10 meses e ainda amamento, mas sempre procurei por horarios e nunca me senti cansada em amamentar. Li bastante sobre o assinto também e o melhor para os bebes é criar horarios para tudo, comer, banho, sonecas e dormir. Nessa fase ela mamava de 4 em 4 horas, e como tinha muito leite um peito só bastava. É claro que aos poucos ela ira se acostumando, tenta aguentar o maximo sem dar até chegar de 4 em 4 hora. Mas tem maes que dao de livre demanda e nao tem nenhum mal nisso só acho que o bebe fica mal acostumado sem regras, e aí te suga demais. Vai tentando e nao encana com peso, a Ana engordava todos os meses tomando só peito ate os 6 meses e a cada 4 horas. A noite ela so mamava nos picos de crescimento. Acredito que dando quando eles querem acordam a noite com mais frequencia tambem. Tudo depende de cada mae, veja o que voce prefere.
    Boa sorte!! Beijos

    Comentário por Marcela | 31/05/2009 | Responder

    • Eu procuro amamentar de 3 em 3 horas. Ela não mama muito, então acho que um intervalo de 4 horas seria demais. E à noite ela acorda somente uma vez. Dá prá administrar bem!

      Comentário por Selma | 04/06/2009 | Responder

  17. Oi Selma, eu estou com um post mental pronto ja ha algum tempo sobre esse negocio de horarios de mamadas e afins. Nunca entendi muito bem o tal “mamar tudo”, um seio a cada vez sempre foi o suficiente e a coisa rolava na maior liberdade.

    Resumindo a missa, deu e esta dando certo, agora com a introduçao dos solidos os horarios ficam mais definidos e raramente Bebedocinha reclama de fome.

    Beijoss nas duas

    Comentário por Laura | 03/06/2009 | Responder

    • Espero que a Bebedocinha esteja mais calminha, Laura! Em relação às mamadas, acho que eu não sossego até que ela comece com os sólidos.

      Comentário por Selma | 04/06/2009 | Responder

  18. Ola Selma, lembra de mim a luciana de Portugal?
    então ja estava com saudades de vir aqui saber notícias de vcs (3).
    Já estou em casa coma minha bebê, (ela é linda..ainda me emociono qdo olho pra ela e assim sera sempre.. um milagre de Deus em nossas vidas!!)
    ah falando em amamentaçao minha pequena esta com quase 20 dias..aconteceram tantas coisas..eu queria muito amamentar normalmente como tdas as mamaes..
    mas a carol teve ictericia patologica aquela em que o sangue dela foi incompativel com o meu..resumindo ..os dias que estivemos no hospital ele esteve no banho de luz=( e eu mal estive com ela..nem um chero nela eu dei =(

    Comentário por Luciana | 04/06/2009 | Responder

  19. e a conclusão foi q eles la no hospital deram suplementos..
    meus peitos ficaram enormes.. me mandaram pra maquina de extraçao de leite.. me estrupiei toda. e nao consegui retirar leite algum.. qdo a bebê puxava td sangrava ,, um CAOS ..chorei andei em stress e ando muito cansada e debilitada..por td o q passamso la..E PELA MINHA INESPERIÊNCIA..
    ela nao pegava no peito..chorava..e eu tb.. usei mamilos de silicone e td..
    concluindo hj só consigo q ela mame num peito só pq o outro ela ja percebeu q nao sai nenhum leite.. e q eu nao entendo o porque.. entaoa bichinha chora chora toda vez q dou essa mama..=/
    agora ando a da uma mama e completo a refeiçao com suplemento…
    td pq nao tive um apoio sincero,profisssional,e de repeito com uma gravida.. caí num caos..
    e pelo visto nao vou conseguir dar amama por muito mais tempo..
    mas que bom q sua experiencia com Beatriz tenha sido, fiel dinâmica alegre e amorososa..felicidades sempre bju lu=)

    Comentário por Luciana | 04/06/2009 | Responder

    • Oi Luciana. Bem-vinda novamente! E parabéns pela filhota!
      Li seu relato e fiquei muito triste. Mas não se desespere, porque eu acho que você consegue reverter a situação. Vou te mandar um e-mail. Bjs!

      Comentário por Selma | 04/06/2009 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: