Sentada na Pia

Porque esse poderá ser o último recurso de um pai e uma mãe de primeira viagem na Coreia do Sul…

Está aberta a temporada de cólicas

O dia foi intenso hoje. Muita coisa aconteceu, muita coisa para registrar. Mas as maletedas das cólicas chegaram, e em função delas a Beatriz praticamente não dormiu o dia todo. Ainda assim ela fez seus cocozinhos a trancos e barrancos. O problema foi agora à noite, em que uma crise de cólica, fome e sono bateu e não queria ir embora. Tascamos funchicória, e de tão cansada de chorar ela dormir no colo do Rê, em pé. Isso foi há 20 minutos.

Há 10 minutos ela acordou gritando. Peguei no colo para colocar para mamar, ela aumentou os berros. Era sono. Fiz um ninhozinho nos meus braços, e ela adormeceu imediatamente.

Acho que o dia não acabou ainda. Vou lá, ficar de prontidão. Mas espero que ele tenha acabado. Tadinha…

Anúncios

24/03/2009 - Posted by | diário

23 Comentários »

  1. Tente carregá-la de bruços com as suas mãos sob a barriguinha dela. Pense bem naquele cházinho de erva-doce com camomila. É melhor que muitos remédios. Só estou querendo ajudar e não palpitar. Beijos e que tenha uma boa noite !

    Comentário por marta | 24/03/2009 | Responder

    • Ontem a gente deu uma overdose de posicioná-la de bruços… A respeito dos chás, ainda prefiro não dar. Bom, pelo menos a noite foi boa!

      Comentário por Selma | 25/03/2009 | Responder

  2. oi selma só uma dica..não coma muita açucar..o doce ajuda nas cólicas=/
    evite o maximo, bijinho pra vcs

    Comentário por Luciana | 24/03/2009 | Responder

    • Obrigada pela dica, Luciana. Eu já não como muito açúcar, de qualquer forma. Mas é difícil cortar tudo nessa fase de amamentar, porque dá uma fraqueza louca! Bjs!

      Comentário por Selma | 25/03/2009 | Responder

  3. Ah menina, essa fase é braba, eu fiz de tudo e nem posso te dizer o que funcionou porque nem sei, acho que foi o tempo mesmo. Acho que só colinho mesmo. Espero que passe logo! Bjs

    Comentário por Marcela | 24/03/2009 | Responder

    • É isso mesmo, Marcela. A gente faz tudo ao mesmo tempo e não sabe o que resolveu. De repente passou do nada, e a gente nunca vai saber. Bjs!

      Comentário por Selma | 25/03/2009 | Responder

  4. Selma,
    sem querer me intrometer mas deixar a barriguinha dela aquecida é uma boa, e o que a marta falou é bom também.
    O matheus eu colocava deitado em cima de mim, barriga com barriga e ajudava muito. Lógico que com um cobertor em cima da gente..
    Flexionar as perninhas, igual frango assado ajuda também viu?
    E com as mãos abertas, palma da sua mão em cima do umbigo dela, faça movimento no sentido horário como se fosse um copo, uma conha, em círculos.
    Ajuda.

    Comentário por Isabel | 24/03/2009 | Responder

    • Isabel, fizemos tudo isso: bolsa de água quente, flexões nas perninhas, barriga com barriga, sentadinha, em pé, massagens. Um stress. Acho que ela resolveu dormir porque não aguentava mais os pais desvairados tentando resolver o problema…

      Comentário por Selma | 25/03/2009 | Responder

  5. Oi Selma, essa fase é difícil! Por aqui nem funchicória resolvia. Meu maior problema era controlar minha alimentação – às vezes demorava muito até eu perceber qual era a comida que eu comia que dava cólica no bebê. Feijão, chocolate, leite em excesso, comida muito gordurosa, tudo isso é um problema. Uma vez comprei uma lata de biscoitos amanteigados maravilhosos, mas depois paguei todos os meus pecados tanto na balança como na choradeira de cólica da Isabella. :S

    Comentário por Karina | 25/03/2009 | Responder

    • Sabe, Karina, essa coisas dos alimentos ainda é controversa. A gente ouve duas coisas completamente diferentes dos especialistas. Na dúvida a gente corta a alimentação, mas se depender disso passamos a pão e água. Ah, pão dá cólica. Só água… 😦

      Comentário por Selma | 25/03/2009 | Responder

  6. Mantenha os pezinhos dela sempre aquecidos, pois se eles estiverem frios as cólicas aumentam.
    Beijos. Boa sorte.

    Comentário por Miriam | 25/03/2009 | Responder

    • Ah, isso sempre está! Bjs!

      Comentário por Selma | 25/03/2009 | Responder

  7. Eu sofri bastante com isso… nem o tal do santo luftal eu tinha e a medica receitou o mesmo remedio que eu tomei pra contraçoes… ou seja, ela ficou sem remedio.

    Aqui alem das massagens, eu apertava ela em mim com uma coberta e fazia um vai e vem com meu corpo, pra frente e pra tras, andando. Foi o que nos salvou!
    Beijos

    Comentário por Laura | 25/03/2009 | Responder

    • Eu trouxe um arsenal de luftal do Brasil. Eu mesma não vivo sem! E prá ela dá super-certo! Além de ela gostar das gotinhas… Pronto, já viciei minha filhota! Bjs!

      Comentário por Selma | 25/03/2009 | Responder

  8. Sem um conselho sequer para dar, só posso deixar que tudo isso passe rárpido. Boa sorte

    Comentário por picida ribeiro | 25/03/2009 | Responder

    • Picida, torcer por nós ajuda bastante! Obrigada, bjs!

      Comentário por Selma | 25/03/2009 | Responder

  9. A titia Nair mandou dizer para você usar o método de nossa bisavó, que como boa italiana adorava azeite, e passava ele “morninho” na barriguinha dos netos, massageando levemente por alguns minutos, e que a nona passava em seus netos, e que a titia passou muito no Thiago…
    Ela perguntou se você está dando água para a Beatriz, pois a médica parteira que nos ajudou à vir ao mundo dizia que o leite materno é muito doce. Outra coisa, chá de camomila com erva-doce, sem açucar e morninho – ajuda a aquecer a “barriguinha” – se fosse cólica menstrual indicaria uma compressa com álcool (guarde para quando ela chegar à puberdade).
    Beijos. Miriam.

    Comentário por Miriam | 25/03/2009 | Responder

  10. Eu já ouvi essa coisa do azeite. Vamos tentar também! Bjs!

    Comentário por Selma | 25/03/2009 | Responder

  11. Selma, nem funchicória, nem Luftal, nem nadica de nada resolveram as cólicas do meu filho!
    Oh, tristeza! Eram com hora marcada! Somente um remédio de homeopatia, passado pela pediatra dele foi que resolveu. Mas até hoje eu não sei se foi mesmo o remédio ou se era a hora das cólicas acabarem mesmo. Se eu me lembrar do nome eu posto pra você.
    Calma, que um dia elas somem!

    Comentário por lucy in the sky | 26/03/2009 | Responder

    • Ai Lucy, esse é o problema: a gente faz tanta coisa que no final não sabe o que resolveu…

      Comentário por Selma | 26/03/2009 | Responder

  12. Selma, Luftal por aqui só piorou a situação, não gosto nem de lembrar. Além da Santa Funchicória, o que ajudou bastante foi a forma de alimentação. Meu pequeno mamava bem. Dependendo de como pegam o peito, acabam engolindo tabém muito ar. Então eu marcava as mamadas, parava a cada 15 minutos e dava suaves batidinhas nas suas costas (eu imitava o ritmo do coração – dizem que ajuda a manter o bebê calminho). E assim que ele arrotava, eu continuava o leitinho e repetia o processo. Depois que comecei a fazer isso, as cólicas praticamente foram embora. Eu amamentava de 03 em 03 horas e mantinha uma rotina com os demais cuidados. Massagens em movimentos circulares (no sentido horário), podem ser feitas num circulo grande ou em vários pequenos circulos após a mamada/arrotar, também ajudaram muito. (Por minha conta eu repetia internamente de forma muito amorosa, um mantra que inventei “limpando, acalmando, relaxando, serenando” – sabe-se lá para quem era o mantra, se prá ele ou para mim… mas nos ajudou!) Perceba, sinta como é a sua bebê, isso lhe ajudará a encontrar o melhor caminho, o seu caminho para cuidá-la. Por aqui notei que quando meu pequeno tinha as cólicas (que foram poucas, aconteceram 01 x por semana, mas duravam horas e eram exaustivas para nós dois) suas mãos e pés estavam frios. Passei a aquecê-los às vezes com o meu toque, com roupas mais quentinhas ou aninhava-o no meu peito/colo em posição fetal e o envolvia com os meus braços e fazia movimentos suaves nas costas. Indicaram-me uma fraldinha aquecida ao redor da cintura com um saquinho de chá de erva doce. (Enfim tentei tudo o que descobri ou que me ensinaram na época e por fim acolhi como hábito o que percebi que funcionou melhor para o meu pequeno. Na ordem: 1- o intervalos de 15 min. e as batidinhas nas costas, 2- a massagem na barriguinha, ah! esqueci, mas ainda nesta ordem, 3- você pode fazer movimentos com as pernas em forma de bicicleta – 10 apenas, de forma gentil e delicada e flexão – também 10 – e 4- quando e se vinham as cólicas – a funchicória ). Antes das cólicas os bebês dão sinais, começam a ficar incomodados, agitam a expressão facial, os bracinhos e pernas. Observe, perceba e sinta como é com a sua bebê. Procure ficar tranquila, respire fundo, peça ajuda se precisar e acredite no que lhe diz o seu coração e a sua experiência, tudo passa e tudo dá certo. Escrevi muito, mas foi no intiuito de ajudá-la.

    Comentário por Lu | 29/03/2009 | Responder

    • Lu, seu post foi nota 10! Eu ainda estou no processo de controlar as mamadas, e acho que estou no caminho certo. A Beatriz não mama por muito tempo, mas passei a fazer uma pausa, dar uma voltinha para o arroto (sentada a coisa demora mais prá sair…), um cocozinho talvez, e volto para continuar a mamada.
      Muito obrigada pelas dicas!!! Bjs!

      Comentário por Selma | 30/03/2009 | Responder

  13. Estamos passando pelo mesmo. Vou tentar o arroto entre as mamadas. Obrigada pelas dicas e Boa Sorte !

    Comentário por Cláudia | 30/04/2009 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: