Sentada na Pia

Porque esse poderá ser o último recurso de um pai e uma mãe de primeira viagem na Coreia do Sul…

Good bye, Mr. Hyde

Eu digo que a gravidez tem um número cabalístico: o 12. Quando estava botando os bofes prá fora durante a fase Adoração da Porcelana eu ouvia: “Ah, isso passa na 12a. semana. É batata!” Pois as minhas batatinhas só chegaram na 17a. semana. Eu devo ter faltado na aula de Cabala e não aprendi a interpretar o 12…

Pós-parto traz outro desses números cabalísticos: o 40. A tão falada Quarentena. Até engravidar, a única coisa que eu sempre ouvi e associei à quarentena foi a abstinência sexual. Mas nunca ninguém me explicou o que era a quarentena. Fui aos livros e descobri como ela era importante, porque nas 6 semanas pós-parto é quando o corpo vai entrar nos eixos e ficar como era antes da gravidez. Não, não estamos falando do peso. Barrigas de plantão, podem parar de atacar a geladeira à noite…

Ok, agora sim eu tinha uma explicação decente do que era a quarentena. Mais do que nunca ela tinha que ser respeitada: o corpo dependia dela para se recuperar do trauma vivido.

O que eu não imaginava é que os 40 dias eram tão precisos. O inchaço do ventre praticamente desapareceu, a porcaria da dor da cesariana continua batendo à porta, sinto que os órgãos estão muito próximos do lugar original, mas o mais impressionante foram os hormônios. De repente – de repente mesmo – o sol chegou. Eu não sentia mais a confusão mental das últimas semanas, não me sentia oprimida, não me sentia em estado de alerta constante. Não me sentia mais Dr. Jekyll and Mr. Hyde. Mr. Hyde foi embora, de mala e cuia.

O melhor de tudo: eu não me sentia mais refém da minha filhota. Só me dei conta disso quando tudo passou. Louco, muito louco.

Anúncios

15/03/2009 - Posted by | colcha de retalhos

6 Comentários »

  1. Cuidado para não fazer o segundinho!

    Comentário por marta | 16/03/2009 | Responder

  2. Concordo com a Marta.
    Tenho uma amiga MÉDICA, que não prestou muita atenção nesse cálculo dos 40 dias sabe?
    Ela AINDA é médica…hummm
    Então…o menino nasceu em janeiro e a menina nasceu no final de novembro/começo de dezembro, eu a acho…
    Pois é…

    Comentário por Isabel | 16/03/2009 | Responder

    • Sai prá lá de novo!

      Comentário por Selma | 17/03/2009 | Responder

  3. Oi Patroa…

    Sono complexo, mamas a cada instante, órgãos tomando seus postos!!!
    É…isso sim que chamo de um relato de gravidez!!!

    Bjs

    Comentário por Lu - Eterna Funcionária da Patroa | 17/03/2009 | Responder

    • Pois é… Complexo é a palavra… Mas tudo muito bom! Bjs!

      Comentário por Selma | 25/03/2009 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: