Sentada na Pia

Porque esse poderá ser o último recurso de um pai e uma mãe de primeira viagem na Coreia do Sul…

E a resposta é…

… eu sucumbi.

E foi antes mesmo de receber os comentários dos amigos no post da chupeta.

Depois de três dias de um choro doído, eu resolvi tentar dar um basta em duas coisas: o vai-e-vem para dormir e o choro. Ninar um bebê recém-nascido é uma delícia… quando ele é pequeno e dorme rápido. Mas bebês crescem, ganham peso, passam a chorar mais e ficar mais atentos a qualquer coisa à sua volta. E o fazer dormir torna-se o martírio dos pais. Embala, anda pela casa inteira, canta todo o repertório de músicas conhecidas, sejam elas de ninar ou não, e nada do Bichinho cair no sono. E chora, chora, chora… E fica mais irritado, mais cansado, e passa a não dormir porque está cansado demais. E por estar cansado demais, não come. E por não comer, não consegue dormir. Um poço sem fundo.

Resolvi recorrer ao livro da Tracy Hogg – O segredo de uma encantadora de bebês. No geral é um bom livro, desde que se filtre algumas coisas. Mas ela é bem razoável na teoria dela, e em como criar uma rotina saudável com o bebê. Um dos capítulos do livro é sobre o sono, e lá fui. Foi uma pancada. Tudo o que ela dizia para NÃO fazer eu estava fazendo. Estava deixando a Beatriz super-cansada, não estava criando um ambiente propício para o sono, não iniciava o ritual do sono quando ela mostrava os primeiros sinais, e, principalmente, não deixava ela aprender a dormir sozinha.

Então, tentei fazer o que ela sugere no livro, inclusive o uso da chupeta, se necessário, para acalmar o bebê. Eis que na primeira tentativa… deu certo! A Beatriz ficou calminha no quartinho dela enquanto eu conversava baixinho com ela, a musiquinha de fundo e depois a coloquei no berço. Ela reclamou um pouco (ei, cadê o meu passeio pela casa?) mas começou a se entreter com as borboletas e flores da cama, com os quadrinhos, com o teto. Quando coloquei a chupeta, ela pegou na hora. Estranhou um pouco, mas pegou. Dez minutos depois, pegou no sono.

Bem, hoje foi o segundo dia e temos um longo aprendizado para que ela durma sozinha em definitivo. Mas ela já sabe que o quarto dela é para dormir, e eu já sei que ela não curte muito o colo. Ela gosta de ficar quietinha, olhando as coisas, e com a chupeta fica sozinha na boa. Ainda está chorando razoavelmente, mas nada comparado com antes. Minha bebê de 82 anos…

Confesso que tive duas neuras nesses dois dias. A primeira foi a neura de ela não pegar mais a teta. Coincidentemente, nesses exatos dois últimos dias, as mamadas ficaram mais espaçadas – de 3 a 4 horas cada. Para quem estava pendurada na teta na semana passada, a mudança de atitude me encanou. E a outra… bem, a outra é que meu colo foi facilmente trocado por uma reles chupeta. Nunca pensei que pudesse sentir algo assim. Foi muito estranho…

O meu muito obrigado a todos que deixaram seus comentários, estórias, experiências e dicas: Laura, Helder e Tati, Marta, Lucy, Marcela, Fatima, Karina, Andréa, Araci, Mônica, Lara e Camila. Vocês foram ótimos! E me ajudaram bastante, tenham certeza!

Beatriz, não é desta vez que você senta na pia…

Anúncios

10/03/2009 - Posted by | colcha de retalhos, diário

10 Comentários »

  1. Não acostume no colo que senão tá danada. Você tem chiqueirnho já? O Diego até dormia nele enquanto eu fazia tudo. É ótimo. tente em breve antes que seja tarde1 Beijos!

    Comentário por marta | 10/03/2009 | Responder

    • Nossa, eu nem sei se tem chiqueiro por aqui!

      Comentário por Selma | 12/03/2009 | Responder

  2. Nao temo que agradecer Selma, ser mae de primeira viagem nao é fácil, quando meu filho nasceu eu ainda morava no Brasil, mas minha mae nao, e eu tb recorria aos meus livros de confiança (escrito pelo próprio pediatra por sinal), e assim a gente foi levando. No final tudo se ajeita, apesar de todas as neuras e dúvidas que nos invadem. Um abraço!

    Comentário por Lara | 10/03/2009 | Responder

    • Eu tenho certeza de que tudo se ajeita mesmo, mas o duro é manter a tranquilidade para lembrar disso a cada minuto…

      Comentário por Selma | 12/03/2009 | Responder

  3. Selma, quando as crianças nasceram, eu tinha uma coleção de livros e outra de revistas, com certeza me ajudaram muito, mas filtrar as informações como você fez é fundalmental, as vezes os médicos são muito radicais, e é assim que se constrói uma mãe, algumas informações aqui, uma intuição ali, um erro lá, um acerto acolá…

    Comentário por monica | 11/03/2009 | Responder

    • É, Mônica! Eu já estou colecionando pingas e tombos. Mais tombos do que pingas!
      Pô, e eu nem posso beber… Rs!

      Comentário por Selma | 12/03/2009 | Responder

  4. como não vem com manual, temos que tentar o que é melhor, parabens
    beijos

    Comentário por araci | 11/03/2009 | Responder

  5. Vem sim, mas só tem uma página. Ela diz: EU CHORO. E só!

    Comentário por Selma | 12/03/2009 | Responder

  6. Selma, eu não sucumbi à chupeta porque me lembrei de quando a minha irmã era pequena e perdia durante a madrugada os oitocentos bicos (ou chupetas) que havia e m casa e meu pai tinha que sair pela madrugada achando uma farmácia aberta porque ninguém dormia com os berros. E há 16 anos em Salvador não era fácil achar farmácia aberta. Todas as chupetas desapareciam… era incrível! Então fui levando e Alice já dorme tranquila. a gente nina ou eu dou o peito e pronto. O sono chega e ela dorme. Outra coisa aqui foi apagar a luz total. ela brinca para lá e para cá, mas vê que está na hora de apagar e tchau.

    Comentário por Alena Cairo | 12/03/2009 | Responder

  7. Ah, essa coisa da luz é realmente importante. A Beatriz já está se dando conta que quando está escuro é prá dormir. Eu não sou adepta de abatjour aceso no quarto, não.

    Comentário por Selma | 13/03/2009 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: